Odontologia
PortuguêsEnglishSwedish
Barra 2431-1840 | Botafogo 2266-5955

Clareamento: em casa ou no consultório?

Clareamento: em casa ou no consultório?

Confira as principais diferenças entre os métodos do procedimento. Seus resultados podem ser bem semelhantes e dependem, sobretudo, dos hábitos do paciente!

mario_groisman_clareamento_dentario2
Apesar de muito desejados, dentes brancos nem sempre são um indicativo de dentes saudáveis, por isso quando a ideia for clareá-los, a orientação de um profissional é fundamental. O clareamento, se feito de forma inadvertida, pode aumentar a sensibilidade dos dentes, já que utiliza substâncias que levam à mudanças do esmalte dentário. Existem diferenças entre o tratamento em casa e no consultório. Em casa, o clareamento se faz de forma mais suave e não emprega o uso da luz que acelera o processo no consultório, no entanto, a duração e a eficácia dos dois métodos podem ser bem semelhantes, e vão depender muito dos hábitos do paciente, que deverá evitar a ingestão de alimentos e bebidas que repigmentem os dentes.

Tanto em casa, como no consultório, o passo-a-passo inicial é o mesmo: o dentista faz uma avaliação através de exame clínico e radiográfico, verifica a cor e tonalidade dos dentes e questiona seus hábitos alimentares. No tratamento domiciliar, obtém-se a moldagem do paciente para que o laboratório confeccione um modelo de gesso, sobre o qual se faz uma moldeira de silicone, que se adapta às arcadas do paciente. Nesta moldeira, o paciente aplica o gel clareador e a leva à boca pelo tempo determinado pelo dentista. Já no consultório, após a profilaxia em toda a arcada, é feito o isolamento absoluto da região, e o gel de clareamento é aplicado sobre os dentes, com led ou laser. Para finalizar, é feita a fluoretação com o emprego de gel incolor.

Pode-se estimar um período de aproximadamente um ano para uma nova sessão, sendo que cada paciente deve ser reavaliado pelo menos de seis em seis meses. O clareamento remove principalmente manchas provocadas por corantes e pigmentos de alimentos, bebidas e fumo. Pacientes com sensibilidade e/ou nos quais a tonalidade de cor alcançada não foi a esperada podem fazer uso de terapias auxiliares ou complementares, como restaurações que recobrem os dentes, do tipo facetas laminadas ou coroas totais utilizando a cor adequada. É importante lembrar que a preferência deve sempre ser dada a métodos de tratamentos minimamente invasivos, preservando as estruturas naturais de cada paciente. Biologicamente falando, reconstruir é sempre mais complicado do que preservar.

Tem dúvidas sobre o assunto? Envie um e-mail com as suas perguntas para: contato@mariogroisman.com.br

O Uso de Lâminas de Porcelana

O Uso de Lâminas de Porcelana

Fragmentos ou lâminas de porcelana são, na verdade, pequenas próteses confeccionadas por um protético em um forno de porcelana. Os fragmentos são apenas “lascas”, que podem ser coladas para completar dentes ou espaços que existem entre eles. Já as lâminas são facetas, que se apresentam em forma de uma camada de esmalte do dente, e são usadas para cobrir toda a face dentária.
IMG_6106
Com ambos, pode-se fazer praticamente tudo com o sorriso, desde aumentar a dimensão vertical, quanto mudar o sorriso, alterando posição e forma dos dentes no arco, com certos limites, claro.
É possível ainda mudar a cor, o tamanho de um ou mais dentes, podendo, assim fechar espaços, alinhar dentes apinhados ou fora do arco, aumentar dentes desgastados, corrigir o corredor bucal no sorriso, enfim, compor um sorriso que combine de fato com o rosto do paciente.
O diferencial desta técnica é a versatilidade. Ela é rápida, previsível, e exige um pequeno ou nenhum preparo (desgaste) dos dentes, dependendo do caso.
A durabilidade da técnica é comprovada por vários estudos, um deles acompanhou 3.500 lâminas de porcelana, observando que 93% das lâminas, após quinze anos, permaneciam em ótimo estado. Esteticamente, entre as técnicas restauradoras essa é a que apresenta melhor resultado.

Dica de Filme | A Dama Dourada

Dica de Filme | A Dama Dourada

Aqui vai uma dica especial de filme para esse fim de semana. Um filme que junta história, arte e perseverança.

A DAMA DOURADA
Sessenta anos depois de fugir de avião de Viena, durante a Segunda Guerra Mundial, uma senhora judia, Maria Altmann, começa a sua jornada para recuperar os bens de sua família apreendidos pelos nazistas, entre eles a obra-prima do pintor Gustav Klimt “Retrato de Adele Bloch-Bauer”.
Na companhia de seu inexperiente, mas destemido jovem advogado Randy Schoenberg, Maria embarca numa grande batalha que os leva diretamente ao coração do governo austríaco e também à Suprema Corte americana, o que obriga a determinada dama a confrontar difíceis revelações e inesperadas verdades ao longo do percurso.

Adaptado do romance “A Dama Dourada: A extraordinária história da obra-prima de Gustav Klimt, Retrato de Adele Bloch-Bauer”, escrito pela jornalista Anne-Marie O’Connor. Com Helen Mirren, Ryan Reynolds e dirigido por Simon Curtis.

Bom filme!

Pacientes que substituem as dentaduras por próteses sobre implantes são mais felizes!

Pacientes que substituem as dentaduras por próteses sobre implantes são mais felizes!

Tratamento com implantes orais associados a uma prótese permanente pode ser uma boa opção para quem perdeu todos os dentes de um ou dos dois arcos da boca

Só quem usa dentadura sabe os seus inconvenientes. Além dos cuidados com a limpeza, esterilização e hidratação da prótese, devido à sua instabilidade, os pacientes edentados podem encontrar dificuldade para falar, mastigar e até para sentir o gosto dos alimentos, uma vez que boa parte da cavidade oral permanece coberta. Nem todo mundo sabe, mas a dentadura não é a única opção para pacientes que perderam todos os dentes de um ou dos dois arcos da boca. A instalação de implantes orais para a fixação de uma prótese permanente pode ser uma ótima alternativa.
Através de um estudo detalhado de tomografias do paciente, é feito um planejamento para a colocação de implantes em posições estratégicas do osso que suportava os dentes. Esta técnica permite que a prótese – que reproduz os dentes e, em alguns casos, parte da gengiva – seja aparafusada, e o paciente esteja reabilitado imediatamente após a cirurgia.
As vantagens são inúmeras: há melhora da fonética, da função mastigatória, do paladar, além da possibilidade de voltar a fazer a higiene bucal normalmente. Há ainda o benefício estético de não ter acelerado o processo de flacidez dos músculos da face, o que é muito comum em quem usa dentadura. O paciente se sente confortável e, muito importante, autoconfiante.
Todo o tratamento dura cerca de quatro meses, e não havendo nenhum problema protético, como manchas, fraturas e desgaste, a prótese fixa definitiva não precisa mais ser substituída. Infelizmente, o mesmo não acontece com a dentadura, que de tempos em tempos, deve ser refeita devido à reabsorção contínua e progressiva do osso sem dentes.
Para a manutenção da prótese fixa sobre implantes são recomendadas consultas semestrais com o profissional, nas quais são solicitados exames radiográficos e profilaxia.

Diastema

Diastema

Ter dentes separados é um problema?

Essa é uma questão muito pessoal, porque o espaço entre dentes, chamado de diastema, tem significados diferentes nas diversas culturas. Na França, estes dentes são considerados “dentes da sorte”. Já na cultura africana, eles representam beleza e fertilidade. Por aqui, este traço está muito associado à sensualidade e jovialidade. Mas há também quem veja essa característica como um aspecto a ser corrigido.

Do ponto de vista odontológico, não há problema algum em ter um diastema. Entretanto, se por uma questão estética, a opção for eliminá-lo, a técnica com facetas ou fragmentos de porcelana pode ser indicada. Com esta técnica, é possível alterar a relação entre altura e largura dos dentes, mexer com a linha de brilho do dente, ocultando as laterais, o que dá um aspecto sombreado ao dente, fazendo-o parecer menor do que realmente é.

Explico: o tamanho do dente que percebemos tem a ver com uma ilusão de ótica de uma linha de brilho. Essa linha é criada pelo ângulo mais proeminente da face externa do dente. Podemos mexer com as sombras nas laterais dos dentes, e, dependendo da convexidade, é possível ofuscar a parte periférica deles.

Parece mágica? Mas não é. Isso tudo é possível porque quando olhamos para um sorriso, vemos na verdade luz refletida de elementos tridimensionais, que são os dentes.

Debate sobre Oriente Médio

Debate sobre Oriente Médio

Olá!

Ontem tive o prazer de assistir ao debate sobre Oriente Médio, no Teatro Oi Casa Grande. Participaram do evento Caio Blinder, Diogo Mainardi, Reinaldo Azevedo, Rodrigo Constantino e o talentoso jornalista Guga Chacra, da Globo News e do Estadão, do qual sou fã, e que me deu a honra de fazer a foto abaixo.

Guga Chacra e eu - Debate sobre Oriente Médio

 

Como debatedores estiveram Paulo Gaiger, Jaime Spitzcovsky, Michel Guerman e Tamara Salgado. O conteúdo jornalístico foi produzido pela Rua Judaica.

Obrigado a todos pelo debate!

+ congresso In2013

+ congresso In2013

Mario Groisman e o mestre da odontologia Iñaki Gamborena

Com o mestre da odontologia Iñaki Gamborena

Zvi Artzi e Torsten Jemt

Zvi Artzi e Torsten Jemt

+ In 2013

+ In 2013

foto

Ao lado do brilhante Arthur Belém Novaes Júnior, professor de Periodontia da USP – Ribeirão Preto, após a honra de ter coordenado seu curso de imersão no Congresso.

In 2013 – Latin American Osseointegration Congress

In 2013 – Latin American Osseointegration Congress

Entre uma aula e outra, encontro com os amigos.

José Geraldo Malaguti, Guaracilei Maciel Vidigal Junior, eu e Robert de Carvalho

José Geraldo Malaguti, eu, Guaracilei Maciel Vidigal Junior e Robert Carvalho

Abraços!

Implantes dentários no portal Terra

Implantes dentários no portal Terra

Olá,

O portal Terra publicou uma matéria bem bacana sobre implantes dentários.

Quem tiver interesse em acessar, o texto está disponível em:

http://saude.terra.com.br/saude-bucal/atualidades/implantes-dentarios-podem-ser-feitos-ate-sem-cortes,ce770cf530901410VgnVCM5000009ccceb0aRCRD.html

Forte abraço e bom final de semana!

SSCP   CAS-002   9L0-066   350-050   642-999   220-801   74-678   642-732   400-051   ICGB   c2010-652   70-413   101-400   220-902   350-080   210-260   70-246   1Z0-144   3002   AWS-SYSOPS   70-347   PEGACPBA71V1   220-901   70-534   LX0-104   070-461   HP0-S42   1Z0-061   000-105   70-486   70-177   N10-006   500-260   640-692   70-980   CISM   VCP550   70-532   200-101   000-080   PR000041   2V0-621   70-411   352-001   70-480   70-461   ICBB   000-089   70-410   350-029   1Z0-060   2V0-620   210-065   70-463   70-483   CRISC   MB6-703   1z0-808   220-802   ITILFND   1Z0-804   LX0-103   MB2-704   210-060   101   200-310   640-911   200-120   EX300   300-209   1Z0-803   350-001   400-201   9L0-012   70-488   JN0-102   640-916   70-270   100-101   MB5-705   JK0-022   350-060   300-320   1z0-434   350-018   400-101   350-030   000-106   ADM-201   300-135   300-208   EX200   PMP   NSE4   1Z0-051   c2010-657   C_TFIN52_66   300-115   70-417   9A0-385   70-243   300-075   70-487   NS0-157   MB2-707   70-533   CAP   OG0-093   M70-101   300-070   102-400   JN0-360   SY0-401   000-017   300-206   CCA-500   70-412   2V0-621D   70-178   810-403   70-462   OG0-091   1V0-601   200-355   000-104   700-501   70-346   CISSP   300-101   1Y0-201   200-125  , 200-125  , 100-105  , 100-105  , 1z0-434   300-320   642-999   1Z0-051   70-270   M70-101   JN0-360   70-534   70-487  , MB5-705   70-246   1V0-601   70-270   220-901   70-980   70-461   MB2-707   200-125  , 300-320   300-101   220-902   300-320   70-534   1Z0-804   070-461  , 350-001  , PEGACPBA71V1   70-480   300-101   640-916  , CAS-002   M70-101   9A0-385   SSCP   300-208   300-101   1z0-808   2V0-621D   300-101   700-501  , 400-201   300-135   70-410  

Avenida das Américas, 3.500 | Edifício Londres gr. 601 | Centro Empresarial Le Monde - Barra
Tels.: +55 21 2431-1840 • 2431-1959 | E-mail: contato@mariogroisman.com.br
Unidade Botafogo | Rua Marques, 15 | Tels: +55 21 2266-5955 • 2266-0375